Escolha uma Página

Peito de frango é um trunfo na cozinha. Com ele é possível fazer várias preparações. Serve de recheio, pode ser fatiado para acompanhar uma salada fria, frito, empanado, grelhado com algum molho, cozido e até mesmo assado. Mas, apesar da sua versatilidade, é comum errar no ponto e deixá-lo seco. A dica para fazer um bom grelhado é cuidar do fogo. Não use o fogo muito alto e não coloque o frango na panela com a frigideira fria. Essas são só algumas dicas pontuais, veja abaixo o que fazer para o frango não ficar ressecado quando grelhado:

  • Faça filés finos, assim eles cozinham por inteiro rapidamente e você não precisa deixar muito tempo no fogo.
  • Aqueça a frigideira com o fogo baixo e só coloque o peito de frango quando sentir que a frigideira já está bem quente. Isso permite que ao colocar o filé a temperatura da frigideira não caia rapidamente e o frango comece a cozinhar e não grelhar. O fogo baixo penetra mais facilmente no interior do alimento do que o fogo alto, isso por que com a chama mais alta o alimento criará uma crosta mais rapidamente e não cozinhará por dentro, #ficaadica.
Imagem Reprodução

 

  • Outro ponto importante é quanto a quantidade de peças que você colocará na frigideira. Lembre que no item anterior falei sobre a temperatura que é muito importante para que a preparação não fique crua. A questão sobre a quantidade que devemos colocar na frigideira, também tem relação com a temperatura. A frigideira está quente e o frango frio, se colocarmos muitas peças ao mesmo tempo a frigideira esfria e começa a criar água dentro da frigideira. Nesse momento passamos a cozinhar os filezinhos de frango e a chance de ficar seco e borrachudo pela perda de água é grande. Portanto, espere alguns segundos entre uma peça e outra para que a frigideira se mantenha quente o suficiente para grelhar e não cozinhar.
  • O frango não precisa ter uma crosta dura para você ter certeza que ele cozinhou dentro. Além do que, aquela casquinha dura, muitas vezes é difícil de cortar e de mastigar também. Quando o filé é fino você consegue um cozimento por igual permitindo que dourem primeiro de um lado, sem mexer, para depois virar e dourar do outro. Se você não ficou seguro quanto ao cozimento, vire mais uma vez para garantir, deixe alguns minutos e está pronto.
  • Não fique cutucando! Cada vez que você vira, mexe na frigideira, aperta o frango (carne e peixe também), a chance de a temperatura abaixar, do frango soltar líquido e isso resultar em um frango seco e borrachudo é muito grande. Então, #mãosparatras.
  • Após preparar todos os filés que irá servir, use o fundo da frigideira para preparar um molho como o que eu vou ensinar hoje. O fundinho dourado que fica na frigideira garante um sabor incrível para molhos. Até mesmo um molhinho simples de tomate pode ganhar “garbosidade” com o gostinho de tostado que a frigideira pode trazer.

FILÉ DE FRANGO GRELHADO AO MOLHO DE MARACUJÁ

Ingredientes:

  • 2 filés de peito de frango
  • Suco de limão a gosto
  • Polpa de um maracujá
  • 1 colher de sopa de gengibre ralado
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Azeite de oliva a gosto
  • 1 colher de chá de folhas de tomilho
  • 1 colher de chá de açúcar de coco

Modo de preparo:

Tempere os peitos de frango com o suco de limão, sal e pimenta. Em uma tigela misture a polpa de maracujá com o açúcar e as folhas de tomilho. Aqueça uma frigideira, coloque um fio de azeite e coloque os filés para grelhar, um de cada vez – espere alguns segundos para colocar o segundo (observe a dica 3 acima) deixe dourar de um lado e depois doure do outro. Retire os filés e reserve. Com a frigideira ainda quente, coloque o maracujá, o gengibre e deixe ferver para caramelizar. Corrija o tempero com sal e pimenta do reino e sirva sobre os filés a seguir.

Se preferir um sabor mais suave, dilua a polpa com água e vá experimentando até ficar do seu agrado. Eu adoro acidez, então coloco pouco açúcar, mas se quiser aumentar a quantidade ou usar outro tipo como melado, mel ou mascavo, fique a vontade. Se sua dieta não permite o consumo de açúcar, use xylitol, mas não recomendo o uso de nenhum tipo de adoçante. Vamos manter nossa alimentação o mais natural possível, né? Chega de antes – corantes, conservantes, edulcorantes…

Calma, as dicas não param por aí. Para o molho desse prato, usamos maracujá, mas você pode criar a sua receita usando outras coisas. Laranja, cajá, manga, frutas vermelhas, tomate, tangerina… depois me conta o que você usou!!!